publicidade
publicidade
Max:33° Min:22°
Araguaína
Araguaína-TO, domingo, 23 de setembro de 2018
Siga a REDE TO

Estado

Homem morre afogado após carro cair dentro de rio em Nova Olinda

O motorista, de 34 anos, ficou com as pernas presas no painel do automóvel

10/06/2018 18h40 | Atualizado em: 12/06/2018 10h50

Imagem 1: Reprodução/Facebook; Imagem 2: Divulgação/Corpo de Bombeiros Ernandes Alves Pereira, de 34 anos, morreu afogado após o carro que ele conduzia cair dentro do rio Gameleira, em Nova Olinda, na região norte do Tocantins

REDAÇÃO
REDE TO


Foi sepultado, na manhã deste domingo, 10, em Palmeirante, na região norte do Tocantins, o corpo do homem que morreu afogado depois que o carro dele caiu dentro de um rio, em Nova Olinda, na região norte do Tocantins. O acidente aconteceu na madrugada do último sábado, 09, na TO-226.

De acordo com os bombeiros, Ernandes Alves Pereira, de 34 anos, seguia pela rodovia, quando perdeu o controle da direção, o veículo capotou e caiu dentro do rio Gameleira. O motorista tentou sair, mas as penas dele ficaram presas no painel do automóvel e ele acabou morrendo afogado. As outras quatro pessoas que estavam no carro conseguiram se salvar. 

Bombeiros de Colinas do Tocantins fizeram o resgate do corpo de Ernandes. As buscas duraram cerca de 40 minutos. O veículo estava com as quatro rodas para cima, cerca de quatro metros abaixo da linha da água. Como a visibilidade era pequena e havia correnteza, os militares tiveram que rebocar o carro até a margem do rio e amarrá-lo em uma árvore para, então, retirar o motorista das ferragens.

Após perícia no local, o corpo de Ernandes foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Araguaína e, após exames, liberado para sepultamento. O enterro e velório do homem aconteceram em Palmeirante, cidade onde ele morava. 

No perfil de Ernandes no Facebook, dezenas de parentes, amigos e conhecidos lamentaram a morte trágica. "Por que tem que ser assim?", questionou uma internauta. "Ainda não caiu a ficha", disse outra. "Estou sem acreditar", comentou uma terceira. 

Segundo os bombeiros, o laudo que vai apontar as causas do acidente deve ser concluído em até 10 dias.


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.