publicidade
publicidade
Max:35° Min:18°
Araguaína
Araguaína-TO, segunda, 25 de junho de 2018
Siga a REDE TO

Rede 190

Violência: Assassinato de duas pessoas leva medo a Bernardo Sayão

Mortes de jovens assustou população do município do norte do Tocantins

08/06/2018 15h30 | Atualizado em: 11/06/2018 18h55

Reprodução/Facebook Tharles da Silva Andrade, de 24 anos, é um dos jovens que foi assassinado a tiros, na noite desta quinta-feira, 07, em Bernardo Sayão, na região norte do Tocantins

REDAÇÃO
REDE TO


A população de Bernardo Sayão, na região norte do Tocantins, está assustada com dois episódios de violência ocorridos na noite desta quinta-feira, 07. Dois jovens foram assassinados na cidade de menos de 5 mil habitantes. 

De acordo com a Polícia Militar, os crimes foram cometidos por quatro homens encapuzados que estavam em um carro de passeio de cor preta. As vítimas são Tharles da Silva Andrade, de 24 anos, e Leandro Rodrigues dos Santos, de 22. 

O primeiro a ser morto foi Leandro. Conforme relatos de testemunhas, os criminosos invadiram a casa dele e atiraram várias vezes. Seis tiros atingiram o jovem, que morreu enquanto dormia no sofá da sala. Na sequência, o grupo revirou o imóvel em busca de um revólver, mas não encontrou a arma. A quadrilha deixou a residência dizendo que ia dar continuidade ao que ela chamou de "missão". 

Os homens encapuzados, então, seguiram até a casa de Tharles, que foi morto a tiros no quintal. Depois do segundo homicídio, o grupo fugiu. 

Após perícia nas cenas dos dois crimes, os corpos de Leandro e Tharles foram encaminhados para exames no Instituto Médico Legal (IML) de Araguaína. Ambos foram liberados na manhã desta sexta, 08.

A PM informou que as duas vítimas tinham passagens pela polícia e que os crimes podem ter sido motivados por um acerto de contas.

A Polícia Civil (PC) abriu inquérito para investigar as mortes. Até a conclusão deste texto, nenhum suspeito tinha sido preso ou identificado. 


Por causa dos crimes, os moradores de Bernardo Sayão estão amedrontados. Nas redes sociais, a REDE TO encontrou vários relatos de pessoas que moram na cidade. A maioria delas reclama da falta de segurança e cobra mais policiamento. 

 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.