publicidade
publicidade
Max:31° Min:21°
Araguaína
Araguaína-TO, sábado, 15 de dezembro de 2018
Siga a REDE TO

Rede 190

Violência: Vigilante de hospital e adolescente são mortos em Palmas

Os crimes aconteceram na Arno 33 (307 Norte) e no setor Palmas Sul

07/06/2018 20h14 | Atualizado em: 08/06/2018 19h35

Pixabay Homem que trabalhava como vigia no HGP e adolescente de 14 anos foram assassinados em Palmas; um crime tem relação com uma briga com um comerciante e o outro estaria ligado ao tráfico de drogas

REDAÇÃO
REDE TO


Os últimos dias têm sido violentos em Palmas. Nesta quinta-feira, 07, um homem foi assassinado a tiros na região norte e o corpo de um adolescente morto a facadas encontrado na região sul. As vítimas são um vigilante e um rapaz que seria usuário de drogas. 

Funcionário do Hospital Geral de Palmas (HGP), o vigilante, identificado apenas como Elvis, morreu baleado, por volta das 16 horas, em uma avenida na Arno 33, antiga Quadra 307 Norte. De acordo com testemunhas, na noite anterior ao crime, ele, alcoolizado, tinha se desentendido com um comerciante, a quem fez ameaças.

Na manhã desta quinta, Elvis voltou ao comércio armado com um facão e teve uma nova discussão com o comerciante. Na ocasião, a Polícia Militar foi acionada e impediu que a briga continuasse. Porém, assim que os PMs deixaram o local, a vítima, mais uma vez, retornou ao mercadinho para dar sequência à briga. Dessa vez, porém, a confusão evoluiu para uma tragédia.

Durante essa terceira briga, o comerciante atirou duas vezes contra Elvis. O homem foi encontrado morto nos fundos do comércio. Após perícia na cena do crime, o corpo do vigilante foi encaminhado para exames no Instituto Médico Legal da capital. O suspeito fugiu e até o momento não foi localizado. 

Região sul

Durante a manhã, o corpo de um adolescente foi encontrado por moradores em estado avançado de decomposição em uma área verde no setor Palmas Sul, na região sul de Palmas. A vítima foi identificada como Manoel Xavier Alves.

Conforme a polícia, o menor foi assassinado com várias facadas. O crime, com características de execução, teria ocorrido há poucos dias. 

O corpo do adolescente foi identificado e examinado no IML da capital e liberado para sepultamento. Segundo familiares, Manoel era usuário de entorpecentes. 

Investigações

A Polícia Civil (PC) informou que as duas mortes serão investigadas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Palmas. Os inquéritos dos dois casos já foram instaurados pela DHPP. Os agentes da especializada não têm dúvidas de que o assassinato de Elvis é uma consquência da briga dele com o comerciante e procura o suspeito. Quanto ao homicídio de Manoel Xavier, a polícia trabalha com a hipótese de crime motivado por acerto de contas relacionado ao tráfico. Até a conclusão desta reportagem, nenhum suspeito tinha sido preso. 


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.