publicidade
publicidade
Max:36° Min:23°
Araguaína
Araguaína-TO, sexta, 21 de setembro de 2018
Siga a REDE TO

Estado

Jovem tocantinense é preso em operação da PC contra a pedofilia

Operação Luz da Infância 2 prendeu um rapaz em flagrante em Palmas

17/05/2018 13h13 | Atualizado em: 18/05/2018 13h51

Divulgação Jovem mantinha imagens e vídeos de crianças fazendo sexo em dois computadores apreendidos nesta quinta-feira, 17

REDAÇÃO
REDE TO


Um jovem foi preso, na manhã desta quinta-feira, 17, em Palmas, suspeito de armazenar em computadores material pornográfico envolvendo crianças. A prisão dele faz parte da Operação Luz da Infância 2, uma das maiores já realizadas no Brasil no combate a pornografia infantil. 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o jovem confessou o crime. Na casa dele, foram apreendidos dois computadores com imagens e vídeos de crianças mantendo relações sexuais. O rapaz foi levado pela polícia prestar depoimento na Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos - DRCC. Os pais dele também deverão ser ouvidos pela polícia. 

Luz da Infância 

Realizada em 284 cidades de 24 estados e do Distrito Federal, a Operação Luz da Infância 2 cumpre 579 mandados de busca e apreensão que já resultaram em 132 prisões em flagrante. 

À Agência Brasil, o coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética do Ministério Extraordinário da Segurança Pública, Alessandro Barreto, disse que a operação tem como foco encontrar pessoas que tenham grande quantidade de material. “Só uma pessoa na Região Sudeste foi encontrada com mais de 200 mil arquivos desse tipo”, disse Barreto. A pessoa encontrada com o menor número de documentos tinha, sozinha, 150 arquivos.


Maior ação integrada de polícias judiciárias civis em todo o Brasil, a Luz na Infância 2 conta com 2,6 mil policiais civis que cumprem mais de 500 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes.

No ano passado, na primeira etapa da operação, 112 pessoas foram presas por compartilharem ou armazenarem material pornográfico envolvendo menores. Três delas no Tocantins


 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.