publicidade
publicidade
Max:35° Min:22°
Araguaína
Araguaína-TO, segunda, 21 de maio de 2018
Siga a REDE TO

Estado

Artesãos indígenas expõem trabalhos na Agrotins 2018

11/05/2018 16h45 | Atualizado em: 15/05/2018 16h55

Divulgação/Rondinelli Benício Elisabete Xerente trabalha com peças de Capim Dourado; ela aproveitou a Agrotins para apresentar as peças produzidas por ela

O artesanato tocantinense está presente no pavilhão do Ruraltins e da Agricultura familiar, durante a 18ª edição da Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins 2018). Representantes de associações, aldeias indígenas e autônomos estão expondo os mais diversos tipos de artesanato com sustentabilidade e criatividade, se mostrando animados com a movimentação da Feira esse ano.

Tendo como tema a Agroindústria Sustentável, a feira também atrai a atenção dos visitantes que estão interessados em artesanato. A reciclagem e a sustentabilidade estão presentes no estande da autônoma Elizabete Sales. Segundo ela, as peças usadas para produzir os objetos são todas recicladas. “A gente usa muito reciclagem. Eu faço essas galinhas de tampa de leite em pó, tampa de garrafa, até a própria garrafa pet é usada para fazer o peso de porta,” informou.

A movimentação e a curiosidade quanto ao artesanato é grande. Elizabete afirma que está muito agradecida com a oportunidade de trabalhar na Agrotins. “Já é o segundo ano que eu participo, é muito bom! A gente agradece muito às pessoas que nos deram a oportunidade de estar aqui trabalhando. Eu trabalho em casa, por encomendas e a partir daqui eu quero participar mais vezes da Agrotins”, disse.

O artesanato indígena também está presente na Agrotins 2018. Elisabete Xerente conta que trabalha com peças de Capim Dourado. Além de trabalhar na feira do bosque e na aldeia, afirma que expor a arte na Agrotins está sendo uma experiência e tanto. “O pessoal do Ruraltins chamou a gente e viemos trabalhar aqui na Agrotins também. Só de estar aqui na feira já compensa, pois sair de casa já é um movimento a mais.” Afirmou.

Elizabete conta que as peças são de Capim Dourado, mas também com os elementos da cultura indígena, como a fita de buriti. “As peças com fibra de buriti podem ser de várias cores, como na cesta, que tem três: a fita de buriti original, que é branca, mas pode ser tingida de azul e vermelho para dar aquela cor diferente,” concluiu.

Só no pavilhão do Ruraltins e Agricultura Familiar, existem mais de 25 estantes de artesanato, de diversas formas de arte, como biojóias, crochês, vasos, peças de decoração, chaveiros, entre muitos outros que vale a pena conferir de perto. Um bom exemplo que aguça a curiosidade de quem passa por lá, são os vasos feitos com tecidos, argamassa e verniz, com um formato bem inovador. Raimundo Coelho Pereira e Cleidimar Barbosa são do assentamento Córrego da Prata, do Projeto São João. Cleidimar afirma que ela mesma teve a ideia. “Esse artesanato foi eu mesmo que criei, tive a ideia de reciclar tecidos que já iam para o descarte, como tecidos de algodão, então uso cimento, o tecido e verniz.” Cleidimar conta que está muito feliz em participar da Agrotins 2018 expondo sua arte. “É a primeira vez que viemos na feira. As pessoas gostaram e acharam bem diferente o nosso trabalho. Por mim, poderia durar mais uns dias, já estamos com saudades. A movimentação, graças a Deus está muito boa”

Pavilhão da Agricultura Familiar

Na Agrotins 2018, além da exposição de artes para venda, há também o estande do Projeto AFETO (Apoiando e Acreditando nas Famílias). Eles ensinam as famílias a produzirem o próprio artesanato, para gerar uma fonte de renda extra. Antônia Ramos, que trabalha na Setas, com o Projeto, se mostra orgulhosa de fazer parte e explica como funciona. “O que nós fizemos é ensinar as famílias a produzirem o próprio artesanato, para que eles então, possam ter uma geração de renda a mais para ajudarem as suas famílias. A dona de casa que não trabalha fora, pode trabalhar de casa, por exemplo,” concluiu. Nesse estande, a maioria da matéria prima vem da natureza, como as sementes de açaí, buriti, semente de tamarindo e da bacaba.

Agrotins 2018

A 18ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins ocorre até sábado, 12 de maio, no Centro Agrotecnológico de Palmas. Este ano, a feira traz como tema O Futuro da Agroindústria sustentável.

 

Da Secom/Governo do TO

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.