publicidade
publicidade
Max:34° Min:18°
Araguaína
Araguaína-TO, quinta, 21 de junho de 2018
Siga a REDE TO

Entretenimento

Leandra Leal lança filme em Palmas sobre travestis pioneiras

29/06/2017 15h53 | Atualizado em: 29/06/2017 18h25

Divulgação “Divinas Divas” conta a história da primeira geração de artistas travestis no Brasil dos anos 1960

Nesta quinta-feira, 29, o Cine Cultura recebe a atriz e diretora Leandra Leal para uma conversa sobre seu mais novo filme: "Divinas Divas", documentário que marca a estreia da atriz como diretora em longas-metragens. O bate-papo é uma realização da Fundação Cultural de Palmas, em parceria com a Sessão Vitrine Petrobrás e acontecerá após a exibição do filme, às 19h30, com ingressos a R$ 12,00, no Cine Cultura.

“Divinas Divas” apresenta a trajetória de Rogéria, Jane Di Castro, Divina Valéria, Camille K, Fujika de Halliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios. A partir de uma íntima relação com a diretora e com o teatro de sua família, importante palco na trajetória de todas elas, Leandra Leal acompanhou as personagens no processo de construção de um espetáculo que celebra seus 50 anos de carreira. O filme propõe a compreensão de suas vidas como obras de arte, mas também como ato político no Brasil de ontem e de hoje.

O longa de Leandra Leal ganhou o Prêmio de Melhor Documentário pelo voto popular e foi eleito Melhor Documentário pelo Prêmio Felix (voltado para produções com temáticas relativas à diversidade de gênero), no Festival do Rio 2016; o Prêmio do Público da Mostra Global do Festival South by Southwest, em Austin, no Texas; e Melhor Filme pelo Júri Popular e Melhor Direção no 11º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, em João Pessoa. O longa também participou do Hot Docs (Festival Internacional de Documentários do Canadá), em Toronto, da Mostra de Cinema de Tiradentes, da 40ª Mostra Internacional de Cinema e do Festival Mix Brasil, em São Paulo.

Sessão Vitrine

O projeto realiza a distribuição coletiva de filmes brasileiros, incluindo coproduções internacionais, exibindo um recorte da produção audiovisual contemporânea. Tem o intuito de levar ao público um cinema de qualidade, original, que retrata a cultura do país e que se destaca nos principais festivais brasileiros e internacionais. Além da diretora Leandra Leal, a Sessão Vitrine promove ainda a participação da montadora do filme, Natara Ney.

Sinopse

As “Divinas Divas” são ícones da primeira geração de artistas travestis no Brasil dos anos 1960. Um dos primeiros palcos a abrigar homens vestidos de mulher foi o Teatro Rival, dirigido por Américo Leal, avô da diretora. O filme traz para a cena a intimidade, o talento e as histórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época. 

Da Secom/Prefeitura 

Obs.:

A REDE TO coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais. Contamos com a educação e bom senso dos nossos internautas para que este espaço continue sendo um ambiente agradável e democrático. Obrigado.